Indicadores Predefinidos Parte I: Indicadores de Mercado (atualizado 2022)

O Mercadoedu traz uma facilidade na hora de você entender os números: os Indicadores Predefinidos. Esses são os indicadores mais utilizados e consolidados como insumo para tomada de decisão. Na prática, trazem mais praticidade na hora de analisar os principais dados educacionais, pois eles estão prontos e com sua disponibilidade mais destacada para o usuário final.

Buscando aprimorar cada vez mais a sua experiência, produzimos uma série com três tutoriais, que resumem e exemplificam cada um desses indicadores presentes em nossa plataforma. O intuito é que você possa compreender melhor um por um, a medida em que também cria exemplos práticos diretamente na sua conta.

A série será dividida em:

▶ Indicadores Predefinidos Parte I: Indicadores de Mercado;

▶ Indicadores Predefinidos Parte II: Indicadores de Perfil do Aluno, Trajetória e Captação;

▶ Indicadores Predefinidos Parte III: Indicadores de Evasão, Financiamentos, Acadêmicos e Simuladores.

Dados Educacionais Vivos para a Tomada de Decisão

Conforme comentamos, os Indicadores Predefinidos trazem muita facilidade na hora de criar os relatórios, pois informam os dados mais utilizados para a tomada de decisão. Nesse artigo aqui, nós falamos sobre o que são e exemplificamos alguns dos principais Indicadores de Desempenho (ou em inglês, Key Performance Indicators – KPI), mais importantes para avaliar o desempenho da sua IES. Se você ainda não viu esse texto, vale a pena a leitura antes de prosseguir.

Indicadores Predefinidos de Mercado

Iniciando a nossa lista, vamos falar do primeiro grupo, que são os Indicadores Predefinidos de Mercado. São eles:

Market & Sale Share

Os Indicadores Predefinidos de Market & Sale Share informam a fatia de vendas e mercado das IES e cursos do país. Vale ressaltar que o Market Share será a porcentagem de alunos matriculados, o Sale Share a porcentagem de alunos Ingressos, e o Share da Evasão, será a porcentagem da fatia de alunos evadidos sempre dentro do mercado que estiver sendo analisado.

Vejamos o exemplo abaixo:

Resultado do Market Share dos players da modalidade presencial na cidade de Porto Alegre-RS
Fundamentos do Market Share

O Indicador de Fundamentos do Market Share, traz a relação do Indicador de Market Share citado acima, com outros indicadores, como ingressos, evadidos, retenção e reposição. Para compreender, na prática, essa dinâmica, foi criada a visualização de contexto.

A finalidade da visualização de contexto é relacionar, semanticamente, indicadores com outros insumos que se complementam entre si e possibilitam um aprofundamento dos nossos estudos. Vejamos a seguir os dados que são apresentados em cada parte:

Players: Players são as instituições que atuam no mercado e que têm ao menos um aluno vinculado.

Players do estado do Rio Grande do Sul em 2020 no curso de Administração.

Posicionamento no Mercado: O posicionamento no mercado determina o Sale Share, Market Share e o Loss Share. O Sale Share informa a porcentagem de ingressos dentro do mercado analisado, o Loss Share representa a porcentagem de evadidos, ou seja, quanto maior o crescimento do sale share conjunto da queda do loss share os resultados do Market Share serão positivos. Para se obter resultados de saldo é necessário informar mais de um ano na série histórica.

Posicionamento de mercao dos players do estado do Rio Grande do Sul em 2020 no curso de Administração.

Desempenho: Nos painéis de desempenho, além de informações de retenção e a média dos dez melhores, é possível analisar se houve queda ou acréscimo na quantidade de alunos evadidos em relação ao total de alunos. A taxa de reposição apresenta a quantidade de alunos que foram repostos frente aos que deixaram a IES.

Desempenho dos players do estado do Rio Grande do Sul em 2020 no curso de Administração.

Comparar: O espaço de comparar assim como seu nome já determina, permite comparar dois resultados podendo ser comparada a uma IES, Curso e Grupo Educacional.

Comparação de players do estado do Rio Grande do Sul em 2020 no curso de Administração, onde Uniasselvi e Unopar juntas somam juntas 31,48% do Market Share do estado.
Taxa de crescimento de matrícula (TCMA e TCMAA)

O Indicador de Taxa de Crescimento de Matrícula informa o percentual de alunos matriculados em função do primeiro ano da série histórica selecionada e a taxa de alunos matriculados no ano anterior. Disponível na graduação, ensino básico e técnico, esse indicador permite visualizar amplamente o mercado e com isso criar estratégias para captação de novos alunos. 

TCMA

Esse Indicador informa a taxa de crescimento de matrículas nos anos seguintes ao ano selecionado da série histórica, ou seja, ao selecionar de 2017 a 2020, por exemplo, a taxa de crescimento será em função de 2017.

Exemplo:

Porcentagem de crescimento de matrículas nos cursos de Administração, Direito e Psicologia na cidade de Porto Alegre, em função da Taxa de alunos matriculados ao ano de 2017.
TCMAA

Esta funcionalidade informa o percentual de crescimento referente ao ano anterior, ou seja, ao analisarmos a série histórica de 2017 até 2020, a taxa de crescimento de 2020 será frente ao ano de 2019.

Exemplo:

Taxa de crescimento de alunos matriculados do ano anterior de Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro.
Penetração do Ensino

O Indicador de Penetração do Ensino informa a porcentagem de alunos dentro do target (população), de 18 a 24 anos. Nesse caso:

  • Penetração Bruta: refere-se ao percentual de alunos matriculados dentro do target, de 18 a 24 anos;
  • Penetração Líquida: percentual de alunos na faixa etária de 18 a 24 anos  independente de sua situação de ensino dentro do target de 18 a 24 anos.

Vejamos o exemplo abaixo (clique na imagem para ampliá-la):

Penetração do Ensino no estado de São Paulo, do target total de São Paulo 20,70% está matriculada e 43,83% dentro das faixas etárias de 18 a 24 anos estão vinculados em qualquer situação.
Matriculados

O Indicador Predefinido de Matriculados irá informar o número de alunos matriculados no cenário que você definir. Nesse caso, são considerados alunos matriculados todos aqueles que na data de referência do Censo da Educação Superior, estavam na situação “Cursando”, ou na situação “Formado”, seja qual for o ano de ingresso no curso.

*Importante: Os alunos na situação “Formado” são considerados como matriculados porque apesar de terem concluído o curso até a data de referência do Censo, foram alunos com vínculo ativo ao longo desse mesmo ano.

Exemplo:

Número de matriculados dentro do estado de São Paulo de 2018 a 2020 com crescimento total de 2,15%.
Ingressos

O Indicador Predefinido de Ingressos informa o total de alunos ingressos no ano do Censo por processo seletivo ou qualquer outro meio de ingresso, no cenário definido ao gerar o relatório. Vale lembrar que o número de ingressos considera todos os alunos que efetivaram a sua primeira matrícula no curso no ano do Censo. Se ao longo do ano eles evadiram ou mudaram seu vínculo com a IES de qualquer maneira, permanecem sendo ingressos naquele ano. Ou seja, a situação deles ao longo do ano não altera o fato de serem alunos ingressos.

Exemplo:

Total de alunos ingressantes (processo seletivo + outro meio) no estado de São Paulo de 2018 a 2020.
Concluintes

O Indicador Predefinido de Concluintes traz o número de alunos na situação “Formado” na data de referência do Censo. Informa o total de alunos que concluíram o curso no ano referido.

Exemplo:

Total de alunos concluintes no estado de São Paulo de 2018 a 2020.
Intervalo de Transição

O Indicador de Intervalo de Transição calcula a média, em anos, que um aluno leva pra sair da Educação Básica e ingressar no Ensino Superior.

Exemplo:

Em São Paulo a média de transição dos últimos 3 anos (2018-2020) foi de 3,82. uma observação importante é que os dados de 2020 ainda não estão disponíveis. Clique aqui e entenda.
Motivo de Escolha do Curso

O Indicador de Motivo de Escola do Curso mostra percentualmente a motivação que levou o aluno a escolher tal curso tais como valorização profissional, inserção no mercado de trabalho e motivação familiar.

Relação com os principais motivos de escolha de curso dentro do estado de São Paulo nos anos de 2018 e 2019 tendo em suas primeiras posições a Vocação e a Inserção no Mercado de Trabalho.

Por enquanto é isso, nas próximas semanas, você poderá acompanhar a parte II e III dos Indicadores Predefinidos.

Até a próxima!