O que são os dados públicos da educação e como eles podem auxiliar a sua IES?

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vinculado ao Ministério da Educação (MEC), realiza pesquisas que têm como objetivo a divulgação de informações sobre a realidade da educação brasileira a nível nacional, estadual e municipal. 

Estas informações são publicadas abertamente, cada qual de acordo com a sua especificidade e qualquer organização interessada pode ter acesso a elas.

Entenda melhor o que é e como funciona algumas delas:

 

Censo da Educação Superior (CENSUP) 

O Censo da Educação Superior – CENSUP é elaborado através de uma pesquisa anual, fundamentada pelas diretrizes gerais previstas pelo Decreto nº 6.425/2008, onde há obrigatoriedade das IES públicas e privadas de participarem. As informações abrangem cursos de modalidade presencial e a distância, pós-graduação e cursos subsequentes, das Instituições de Educação Superior (Faculdades, Centros Universitários e Universidades), Institutos Federais (Ifs) e Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefets). 

A pesquisa é realizada através de questionários preenchidos pelas IES, seguido do processo de correções, validações e conferências. Somente ao concluir essas etapas é disponibilizado a pesquisa em formato de sinopse estatística e microdados. 

O CENSUP, contribui para os indicadores de qualidade da educação, abarcando informações detalhadas sobre vagas oferecidas, número de inscrições, matrículas, ingressantes, concluintes, informações sobre docentes, entre outros dados. 

Censo Escolar da Educação Básica  

O Censo da Educação Básica possui a mesma lógica do Censo da Educação Superior, desta forma seu objetivo também é o de criar uma base detalhada de informações da educação brasileira, porém, especificamente da educação básica, visando sua melhoria.

Incluem-se as escolas públicas e privadas, que compreendem o Ensino regular (educação infantil, ensino fundamental e médio), Educação especial; Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Educação profissional (cursos técnicos e cursos de formação inicial continuada ou qualificação profissional). 

A pesquisa é realizada através do preenchimento da matrícula inicial, anterior ao preenchimento das informações referente a situação do aluno. Desta forma, encontram-se dados sobre a situação da Educação Básica no Brasil, contribuindo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Esses dados possibilitam analisar o perfil de alunos anteriormente à entrada na educação superior.

Índice Geral de Cursos (IGC)

O Índice Geral de CursosIGC serve como consultoria do desempenho acadêmico de uma instituição de ensino superior, possibilitando a indicação de pontos fortes e fracos da mesma. A partir de sua análise, o gestor consegue comparar a qualidade da sua própria IES, assim como em relação aos seus concorrentes. 

O Índice é conhecido informalmente como “notas do MEC”, por ser o indicador mais completo e mais usual, principalmente nas pesquisas de estudantes na hora de escolher sua instituição para realizar uma graduação.

Baseado nas médias dos cursos de graduação e pós-graduação das instituições, sua classificação vai de 1 a 5 e considera aspectos relativos ao ensino, pesquisa, extensão, responsabilidade social, desempenho dos alunos, gestão acadêmica, dentre outros.

Conceito Preliminar de Curso (CPC)

Semelhante ao IGC, O Conceito Preliminar de Curso – CPC também avalia os cursos de graduação das instituições de ensino superior. Seu cálculo ocorre no ano seguinte ao da realização do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes – Enade, com base na avaliação de desempenho de estudantes, no valor agregado pelo processo formativo e em insumos referentes às condições de oferta, como corpo docente, infraestrutura e recursos didático-pedagógicos, entre outros. 

A partir do seu resultado, é possível criar uma base para comparação de ofertas entre diversas instituições.

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE)

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes – Enade é a avaliação dos concluintes através do exame aplicado por áreas de conhecimento. É divulgado no ano quais cursos serão submetidos ao exame de inscrição obrigatória. 

Também é uma das etapas da elaboração do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). Nele, você consegue ver o desempenho dos alunos e conferir se o componente curricular dos cursos estão conseguindo desenvolver profissionais capacitados.

Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM)

O Exame Nacional do Ensino Médio – Enem é uma prova direcionada aos alunos formandos do ensino médio e tem como um dos seus principais objetivos a avaliação dos conhecimentos desses alunos. Dessa forma, é possível analisar se o ensino básico tem conseguido alcançar as expectativas de sua proposta, além de ser um meio de entrada para as universidades. 

Os dados obtidos a partir do Enem se referem à quantidade de participantes da prova e seu quadro socioeconômico, dividido por regiões, estado ou cidade. Outras informações que também podemos encontrar são os dados dos participantes, como sua autodeclaração de cor/raça, gênero, renda familiar, localização da escola (zona rural ou urbana) e categoria administrativa (pública federal, estadual ou municipal). 

 

Dados educacionais vivos e prontos para o uso

Parte do nosso trabalho aqui no Mercadoedu, consiste justamente na extração e mineração desses dados públicos da educação, de forma a auxiliar a compreensão e análise das IES. Por meio da nossa plataforma, é possível criar métricas e relatórios personalizados, de acordo com o curso, cidade, estado ou IES que deseja explorar. 

Analisar de forma precisa e ágil os dados educacionais permite que a sua instituição tome decisões mais assertivas, de acordo com as principais demandas internas e externas do mercado, se prepando com mais segurança para possíveis problemas que possam surgir. 

Veja mais sobre o tema: A Importância da Inteligência de Dados para a sua IES.

Leave a Reply