Novidade: Indicador predefinido de retenção

O indicador de retenção tem como sua finalidade determinar os alunos que saíram no ano anterior, frente os alunos que permaneceram, estabelecendo a taxa de alunos que perduraram, de fato, de um ano para o outro. Para explorar este indicador devemos considerar: os alunos matriculados, menos os alunos ingressos, dividido pelos alunos matriculados e alunos concluintes no ano anterior ao ano da série histórica.

 

Preenchimento

Podemos analisar nosso indicador de diversas formas. A mais específica é através do preenchimento completo do formulário, ou seja, selecionando todas as opções, e a mais ampla selecionando poucos parâmetros no campo “Ver por” do relatório.

Exemplo com todas dimensões disponíveis preenchidas, indagando ao extremo do relatório

 

Exemplo de análise ampla do mercado

Em seguida, é possível definir uma fórmula, estado, cidade, curso, IES, grau, categoria administrativa e modalidade. Este campo pode ser deixado em branco, porém, seu relatório ficará muito extenso, dificultando a visualização.

Lembrando que, ao não selecionar uma das opções do formulário nos campos de grau do curso, categoria administrativa e modalidade, será considerado todas as alternativas, caso deseje, por exemplo, apenas incluir a modalidade presencial, será necessário selecionar apenas esta opção.

Por último, visualize seu relatório. Caso deseje salvá-lo, lembre-se de nomeá-lo no topo do formulário.

Resultado do indicador de retenção na cidade de Porto Alegre apenas no setor privado

Para analisarmos o quanto seria mais trabalhoso gerar o mesmo resultado no formulário avançado, vamos considerar as métricas de total de alunos matriculados, total de alunos ingressos (Ingressos no ano do censo – Processo seletivo + Outro meio) e total de alunos concluintes e explorar os resultados.

Considerando o curso de Administração, primeiro iremos subtrair os alunos matriculados no ano de 2018 com os alunos concluintes do ano de 2018 totalizando 8218 alunos.

Após isso, é necessário editar novamente o relatório e criar uma nova métrica através das equações, com os parâmetros de alunos matriculados – alunos ingressos, e dividir pelo resultado da subtração acima.

O resultado desta equação será o mesmo do indicador predefinido de retenção, porém, de forma muito mais trabalhosa, é inviável para grandes análises. O intuito deste relatório estar no indicador predefinido principalmente, é otimizar o seu tempo, além de proporcionar análises mais complexas e objetivas. 

 

Outros Exemplos

Resultado do indicador predefinido e retenção no setor público, com o máximo de parametrização possível
Retenção em Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo no setor privado

Boa análise!
Até a próxima.

Leave a Reply